Últimas Notícias
Capa / NOTÍCIAS / CULTURA / Livro da Academia de Cultura propõe releitura da política dominante de Colônia

Livro da Academia de Cultura propõe releitura da política dominante de Colônia

Obra trata da história política da cidade sob a ótica de professores historiadores a partir de relatos de figuras públicas

Membros da Academia de Cultura de Colônia Leopoldina

Membros da Academia de Cultura de Colônia Leopoldina

A Academia de Cultura de Colônia Leopoldina (ACCL) reunirá seus membros e amigos convidados para a realização de um Chá cabano, com o lançamento do livro: COLÔNIA LEOPOLDINA (AL) – 65 anos de política partidária dominante, 1950 a 2015, assinado pelos autores: Prof. Dr. José Francisco de Melo Neto, Prof. Dr. Osvaldo Batista Acioly Maciel e Prof. Esp. Sílvio César da Silva de Carvalho. O encontro reservado acontecerá no próximo sábado, 29 de outubro, na Galeria Marpin, mas com a previsão de que em breve haja um lançamento aberto para toda a cidade.

O Presidente da ACCL, Romildo Moura, fará o acolhimento dos participantes do evento a partir das 18 horas. Em seguida haverá declamação de poesias com os poetas e acadêmicos Libene Tenório, de Novo Lino, Maria das Graças, de Campos Frios, e Ademmauro Gomes, de Xexéu. O momento poético com estes acadêmicos evidencia a face regionalista da Academia liderada por Colônia Leopoldina.

Sílvio César fará uma fala intitulada História de Colônia Leopoldina (para além de uma certa Colônia Militar),na qual trará a importantíssima guerra dos cabanos, “ideologicamente feita esquecida, apesar de ser um marco da história da região na qual se situa Colônia, originada como uma espécie de rescaldo dessa guerra”, segundo o professor Zé de Melo. Este, diretor social da ACCL e organizador do livro, fará em seguida a apresentação da obra. A noite terá ainda a sessão Diálogos com a entrevista de Nininha, Severino Rocha, Ricardo Brasilino e Ernane Santana, cujos depoimentos serviram de base para a análise dos professores. Uma roda de conversa colocará os professores Osvaldo Acioly, Sílvio César e Zé de Melo em contato direto com os convidados, que terão a oportunidade de tirar suas dúvidas e tecer seus comentários junto aos autores.   

Sílvio César

Sílvio César

José Francisco de Melo Neto

José Francisco de Melo Neto

Admmauro Gomes

Admmauro Gomes

 

 

 

Sobre o livro

Explica-nos Zé de Melo que a motivação da obra está no desejo de registrar o recorte de 65 anos da política partidária dominante e surge da constatação de que a historiografia dos grupos que lideraram essa política é muito escassa. Do ponto de vista da pesquisa, COLÔNIA LEOPOLDINA (AL) – 65 anos de política partidária dominante, 1950 a 2015 visa contribuir para melhores análises que poderão advir, atendendo a futuros pesquisadores, mas também para a organização da política crítica local. Destina-se, assim, aos interessados no debate político, em particular aos que buscam organização política partidária na cidade, uma vez que foi pensado para contribuir à ação política, bem como a promover cultura da cidade pela Academia, sendo este o objetivo maior da própria.

Sobre Direto da Redação

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Por Direto da Redação

Todos (70)